Minha experiência com o Closed Beta de Black Desert Online

Recentemente rolou o Closed Beta do servidor Sul-Americano do jogo Black Desert Online, mais especificamente no período do dia 1 ao dia 7 de Junho, e venho aqui contar como foi a experiência do ponto de vista de um jogador que joga de tudo mas nunca foi muito fã de MMORPGs.

Se você já é um jogador de Black Desert Online ou de outros jogos do gênero, não espere por dados ou palavras muito técnicas sobre o assunto. Escrevo esse relato para pessoas que, assim como eu, querem descobrir mais sobre jogos do tipo e pensam em dar uma chance para eles.

Black Desert Online?

Fiquei sabendo da existência do jogo por meio de um amigo que estava empolgado com a vinda do mesmo para a América do Sul. O jogo possui diversos servidores espalhados pelo mundo e recentemente a versão do servidor Norte Americano entrou na Steam, mas o IP block dificulta um pouco as coisas, fora o problema com o ping e a barreira linguística que pode afastar alguns jogadores. Imediatamente fui pesquisar sobre e gostei de tudo o que vi, um dos atrativos maiores foi a sua jogabilidade que parecia um jogo de ação ao melhor estilo The Witcher 3, e com gráficos que chamam certa atenção para um jogo do gênero. Minha ultima experiência com MMORPGs tinha sido com Tree of Savior, que ainda seguia uma linha muito parecida com jogos que experimentei na adolescência, jogos nos quais não consegui embarcar no mesmo hype em que meus amigos embarcaram na época.

Me empolguei bastante com o jogo e logo estava vendo diversos gameplays e informações sobre ele na internet, depois de algum tempo a RedFox Games liberou o download do cliente do jogo, o que já dava a possibilidade de acessar o criador de personagens do mesmo, e que editor fantástico temos aqui!

Antes de iniciar a criação do personagem o jogador tem que escolher uma das classes disponíveis, e naquele momento tínhamos a nossa disposição as classes Guerreiro, Caçadora, Feiticeira, Berserker, Mago e Bruxa (a classe Domadora foi inserida no penúltimo dia do Closed Beta). Depois de escolher a classe nós somos apresentados ao editor de personagens, lembrando que o sexo está atrelado a classe escolhida e não é possível mudar isso no editor (a não ser que você seja um mestre na edição de personagens), e é aqui que ele se destaca, temos as mais diversas opções para editar o personagem, podemos escolher os mais variados tipos, cores e tons de cabelo (da raiz até as pontas!), temos diversos modelos de rostos, estes nos quais podemos mexer em cada curva e detalhe. Os olhos também são completamente editáveis, com a possibilidade de mudar eles individualmente e escolher entre diversos tipos de pupilas, iris e lentes.

Classes disponíveis até o momento no servidor Sul-Americano.

Alguns jogadores mais “artistas” conseguem replicar pessoas do mundo real, incluindo algumas personalidades famosas, mas caso você não tenha o dom na arte da edição de personagens (ou não tenha paciência mesmo), poderá encontrar modelos prontos na internet e acredito que logo aparecerão pessoas compartilhando suas criações na comunidade Sul-Americana. Acabou que durante esse período em que somente o editor esteve disponível eu brinquei muito com ele, fazia e refazia os personagens nos momentos de tédio.

Podemos editar diversos pontos do rosto e do corpo do personagem.

O Closed Beta (CBT para os íntimos)

Com o tempo comecei a acompanhar o fórum da RedFox Games destinado ao jogo, a comunidade me pareceu bastante ativa e tem muita gente disposta a ajudar quem está iniciando e tem dúvidas sobre o o MMORPG. Uma coisa que incomodou bastante os jogadores foi o fato do servidor estar localizado nos Estados Unidos, mais precisamente em Miami, e isso prejudicaria jogadores das regiões mais ao Sul das Américas, principalmente nas partidas “Jogador VS Jogador” (PVP).

Depois de algum tempo sem informações, a data do Closed Beta finalmente foi anunciada. O CBT iria acontecer do dia 1 ao dia 6 de Junho, iria…

Acordei naquele dia amaldiçoando o universo e tudo o que era possível por ter acordado com uma gripe que me deixou destruído, ainda tinha esperanças de receber algum e-mail da RedFox Games com algumas chaves para o CBT, mas só o Izzir e eu tínhamos conseguido as chaves e pretendíamos fazer uma live com outros membros da equipe, eventualmente sorteando algumas chaves para quem acompanha a NNH. Estamos inscritos no programa de sócios da empresa e esperávamos receber alguma coisa do tipo. Alô RedFox, estamos aqui! o_O

Voltando a programação normal…

Eu estava um caco, o CBT estava marcado para iniciar as 20 horas e a minha morte parecia estar marcada para antes disso. O tempo não passava e eu sentia meu corpo se deteriorando a cada instante. Mas, eis que chega a hora, 20:00 e a tela de login do jogo já estava aberta, o nome de usuário e a senha em seus devidos lugares, o jogo totalmente atualizado, clico em iniciar e… E… E… E…. Eita!!!! Essa @#$%@ não entrava!

Estava em uma chamada de voz com algumas pessoas que também tentavam desesperadamente logar no jogo, mas não obtiveram sucesso. Já era esperado algo do tipo, é normal até para grandes empresas coisas assim acontecerem, no entanto é frustrante quando isso acontece. O tempo passou e depois de diversas tentativas resolvemos jogar Gartic para não morrermos de raiva. O fórum e o site da RedFox saíram do ar, a mesma exibia uma live oficial do jogo no Twitch e milhares de pessoas reclamavam do servidor no chat da transmissão. A equipe responsável pela transmissão informou que estavam cientes do problema e que os técnicos já estavam cuidando do caso. Depois de algumas horas, já no final da noite, eles falaram que o servidor voltaria a atividade às 1:00 do dia 2, e estenderiam o CBT até o dia 7.

Se soubesse de tudo isso eu teria dormido mais e tentado economizar minhas energias, mas paciência, meu vicio é maior e eu ainda estava lá. Um pouco antes do horário divulgado pela RedFox o jogo já estava funcionando, entrei correndo e gritei para o Izzirtá pegando, entra logo!”.

Entramos no jogo, só que nem tudo eram flores: eu ainda estava com alguns problemas (não estou falando da gripe). A cada 20 minutos eu era desconectado do servidor e tinha todo o trabalho de logar e abrir a aplicação novamente, isso quando ele abria. Logo desisti de ler qualquer informação deixada pelos NPCs do jogo e decidi seguir em frente como se não houvesse amanhã.

Cada botão abre um novo menu no jogo.

No segundo dia decidi começar um novo personagem, seguir a história do MMORPG e prestar mais atenção nos diálogos. Decidi jogar com uma Caçadora pois achei o Mago muito fácil de usar e os inimigos não me davam dano, só que logo percebi que o PVE (jogador VS ambiente) do jogo não é muito desafiador, pelo menos não até aonde o CBT nos permitia ir (liberaram só uma parte do mapa e o jogador só conseguia chegar ao level 30). Os gráficos são mesmo bem bonitos e os cenários bem ricos e cheios de vida e vegetação. O jogo fica bem bonito conforme a passagem de tempo e as mudanças de clima e os efeitos visuais de combate também são um show a parte, mas tudo isso tem um custo e máquinas mais modestas irão penar para rodá-lo.

A falta de dificuldade também pode ser uma barreira para aqueles jogadores que buscam alguma forma de desafio contra o computador. Ao ver as gameplays no YouTube, eu acreditava que aqueles jogadores já estavam em um nível muito alto e por conta disso não sofriam dano. Talvez eu seja um jogador muito bom e não saiba, mas acho que não é esse o caso. Ainda na questão de jogabilidade, os comandos respondem bem e os combos encaixam perfeitamente. O MMORPG funciona muito bem com um controle e fica parecendo um jogo tradicional de mundo aberto para consoles, só que um pouco complicado de acessar os menus, e olha que em Black Desert temos muitos menus e isso também pode intimidar um pouco, mas saibam que eles estão lá por um bom motivo.

Como estive doente e o lançamento de Tekken 7 acabou tomando parte do tempo que tinha para jogar o CBT de Black Desert Online, acabei só explorando a quest principal e algumas side quests do jogo. A história principal é bem característica de jogos do tipo: tá lá mais pra dar um motivo para o jogador sair matando coisas no meio do imenso mapa que ele disponibiliza.

Não é mentira, o mapa é bem grande.

O grande atrativo em Black Desert, além da jogabilidade, são as coisas que você pode fazer dentro dele. O jogador tem total liberdade para caçar, pescar, domar cavalos, cuidar de fazendas, ter casas, armazéns, fabricar itens, cozinhar, praticar alquimia e muitas outras coisas que acabei não explorando no CBT, primeiro por falta de tempo e segundo por conta de querer vivenciar isso da melhor maneira possível quando o jogo estiver disponível, já que tudo o que foi feito no CBT será perdido. Também temos um sistema de “nós” em que podemos contratar mão de obra para trabalhar pra gente. O sistema parece bem interessante, e podemos colocar NPCs para coletar itens e fazer parte do nosso trabalho enquanto cuidamos de outras coisas no vasto mundo do jogo.

É possível criar um certo vinculo de “amizade” com os NPCs.

O maior problema é que esse tipo de conteúdo não estava apresentável de forma natural ao jogador no CBT. Não sei se mais adiante o jogador se depara com esse tipo de conteúdo na quest principal, se é algo que esbarramos em side quests ou se temos que descobrir por conta própria, mas eu só soube dessas coisas vendo vídeos de outros jogadores e postagens a respeito.

Temos controle total sobre o personagem nos combates.

Uma outra coisinha que devo comentar é que junto com a adição da classe Domadora, no penúltimo dia do CBT a RedFox fez alguma bruxaria com dois canais do jogo (Serendia1 e Balenos1) e o ping dos mesmos caiu bastante. Isso animou os jogadores, mas ainda não se sabe se esses servidores estarão disponíveis quando o jogo for lançado. Aqui o meu ping caiu de cerca de 130 para 11!

Continuarei nessa aventura?

Com toda certeza que sim. Gostei do que vi e quero explorar tudo aquilo que não consegui no CBT, pelo menos até o lançamento de Destiny 2, pois depois disso não terei mais controle da minha própria vida. Para quem ficou interessado, atualmente é possível comprar 3 pacotes diferentes do jogo e você pode dar uma olhada neles clicando aqui. Um pacote mais econômico que garante só a cópia do jogo será vendido por $10,00 (10 dólares) quando começar o acesso antecipado no dia 28 de Junho. O lançamento oficial será duas semanas depois, no dia 12 de Julho às 6:00.

Caso queiram saber mais sobre o jogo, deixo aqui canais que tenho acompanhado e que recomendo:
PlayerForPlayer
Let’s Play MMOs
Ghostz

Estou bastante ansioso para explorar tudo o que o jogo pode proporcionar naquele imenso mundo. Espero ver vocês lá.